Início » 2021 o Ano Ibero-Americano das Bibliotecas

2021 o Ano Ibero-Americano das Bibliotecas

por FEBAB
581 visualizações

O QUE É O ANO IBERO-AMERICANO DAS BIBLIOTECAS?

O ano foi instituído em 2019 dentro da XX Conferência Ibero-Americana de Ministras e Ministros da Cultura da Ibero-América. A proposta é a de abrir uma conversa regional em torno da importância das bibliotecas na região e o seu papel no desenvolvimento de seus países.

QUEM ORGANIZA?

Foi instituído um Comitê Organizador, idealizado principalmente pelo Programa Iberbibliotecas, com participação do Comitê da IFLA para América Latina e Caribe, CERLALC/UNESCO e ABINIA. Todas as bibliotecas, de todas as tipologias, estão convidadas a fortalecer este movimento e a FEBAB quer contribuir no sentido de dar visibilidade às ações desenvolvidas por nossas bibliotecas, mas também refletir sobre o difícil panorama em que estamos, que sempre foi bastante complicado e na pandemia vem passando por novos e difíceis desafios.

Todas as bibliotecas, de todas as tipologias, assim como todas as associações, comissões e grupos de trabalho estão convidados a fortalecer este movimento. A FEBAB quer contribuir não somente para dar visibilidade às importantes ações desenvolvidas, mas também, para chamar toda a comunidade bibliotecária para cooperar com o advocacy em prol das bibliotecas brasileiras. Como sabem, as bibliotecas têm sido muito prejudicadas pela ausência de políticas públicas, situação mais agravada em virtude da pandemia da COVID 19. Precisamos, portanto, reafirmar nosso papel perante a sociedade como parceiros estratégicos da Agenda 2030 e, com isso, obtermos as condições para continuarmos com nosso trabalho.

COMO A FEBAB (ASSOCIAÇÕES, GRUPOS DE TRABALHO E COMISSÕES) PODEM PARTICIPAR?

As atividades devem acontecer ao longo de todo 2021, com ações atendendo a um ou mais dos eixos do Ano, que são:
1) O mundo diverso das bibliotecas: tipos e serviços
2) Os desafios das bibliotecas após a pandemia
3) Bibliotecas além dos livros: um lugar para as pessoas
4) Inovação e bibliotecas: o que significa inovar e como fazê-lo
5) Bibliotecas como entidades fundamentais para o desenvolvimento da Agenda 2030
6) Bibliotecas como locais de inclusão de populações desfavorecidas e minorias

Essas atividades podem ser palestras, mesas-redondas, ciclo de debates, workshop, projetos sociais, entre outras (desde que alinhadas com um ou mais dos eixos supracitados).

Motivamos que as atividades apresentem um senso crítico e reflexivo em torno do eixo escolhido, visto que muito mais que “comemorar” um ano ibero-americano, temos que contribuir para levar os profissionais a refletir sobre como “construir” um ano melhor, tendo as bibliotecas com papéis preponderantes na sociedade.

Recomendamos que cada Associação, Comissão e Grupo de Trabalho realize ao menos uma atividade durante o ano. Muitas das ações realizadas em 2020, mesmo que online, estiveram alinhadas com um ou mais dos eixos do Ano, portanto, já temos uma sintonia no discurso.

Aproveitem para estreitar laços e realizem atividades com outros GTs, Comissões e Associações, busquem realizar atividades conjuntas. Temos somente a ganhar quando reunimos esta diversidade de experiências, realidades e abordagens nos vieses educacional, político, cultural e social.

Todas as atividades precisam ter:
➔ A logomarca do Ano Ibero-Americano, junto das demais (seja da Associação, Comissão ou GT e da FEBAB). Os materiais estão disponíveis anexo a este post. Atividades de transmissão ao vivo devem ser realizadas pelo canal no Youtube da FEBAB com transmissão na página do Facebook do realizador (quando este tiver a página).
➔ O uso da hashtag #BibliotecasQueCriamFuturos em todos os materiais de divulgação e menção/marcação das mídias sociais do Iberbibliotecas.

Textos Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.