Início » Bibliotecas: lugares que cuidam das pessoas

Bibliotecas: lugares que cuidam das pessoas

por FEBAB
918 visualizações

Mais do que nunca as bibliotecas são muito mais que suas coleções! São locais de pessoas, de escuta, de compartilhamento de ideias, de sonhos, de aprendizado mútuo, de muita afetividade e de alegrias.  São portas com infinitas possibilidades.

O mundo mudou e estamos nos adaptando às novas rotinas. A pandemia impactou as vidas e as bibliotecas estão buscando dar as respostas que as comunidades precisam. Por essa razão tem voltado seus esforços para as populações em situação de vulnerabilidade. Vamos conhecer projetos e atividades de Angola, Brasil e Portugal.

Esse é o tema do webinar “Bibliotecas: lugares que cuidam das pessoas” organizado pela Seção de Bibliotecas Públicas da IFLA.

O webinar será no dia 06 de maio de 2022 às 14 horas (Brasília, Brasil), às 18 horas (Lisboa, Portugal) e às 18 horas (Luanda, Angola).

Transmissão online via Canal do Youtube da FEBAB: https://youtu.be/PEHRDS1of24

Não é necessária inscrição prévia.

Adilson Gonçalves (Angola)
Bacharel em Língua e Literaturas de Língua Portuguesa pela Faculdade de Humanidades da Universidade Agostinho Neto. Técnico Médio de Educação na especialidade de Língua Portuguesa pela Escola de Formação de Professores Nº 3030 “Garcia Neto”. Curso de Gestor Bibliotecário realizado pelo Centro Educacional Yola Castro (2021). Tem experiência com docência e atualmente dedica parte do tempo como bibliotecário na Biblioteca Contr’Ignorância, em Luanda (Angola) onde exerce a função de Coordenador, desde o ano de 2020.        

                  

Bruno Duarte Eiras (Portugal)
Bibliotecário. Licenciado em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, com Pós-Graduação em Ciências Documentais (Biblioteca e Documentação) pela Universidade Autónoma de Lisboa. Entre 2003 e 2017 exerceu funções na Rede de Bibliotecas Municipais de Oeiras, desenvolvendo um conjunto diversificado de funções com destaque na gestão e coordenação de bibliotecas, projetos e serviços na área da gestão, das tecnologias e da promoção das literacias. Desde maio 2015 integra o grupo de 30 bibliotecários ibero-americanos selecionados para o programa de formação INELI (International Network of Emerging Library Innovators). Entre 2010 e 2020, foi Tesoureiro e Vice-Presidente do Conselho Diretivo Nacional da Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas, Profissionais de Informação e Documentação (BAD). Entre 2017 e 2020, foi Diretor de Serviços de Bibliotecas na Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas. Em agosto de 2020, foi nomeado Subdiretor-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas.

Kátia Maria Costa (Brasil)
Formada em Biblioteconomia (2009), pela Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC, pós-graduada em Gestão de Bibliotecas Escolares (2015) pela Universidade Federal de Santa Catarina – UFSC. Atua na Biblioteca Pública Municipal Ary Cabral há 12 anos, na cidade de Brusque/Santa Catarina/ Brasil. Atuante desde 2014 na Associação Catarinense de Bibliotecários – ACB. Participou como conselheira nos Conselhos de Políticas Culturais na cidade de Brusque, e no Conselho Estadual de Cultura – CEC, do Estado de Santa Catarina.

Sueli Regina Marcondes Motta (Brasil)
Formada em Biblioteconomia pela Fundação Escola de Sociologia Política de São Paulo – FESPSP com curso de extensão em Qualidade de Vida no Trabalho pela PUC São Paulo. É pós-graduada em Gestão Empresarial. Atuou em biblioteca escolar, foi responsável pela implantação de bibliotecas técnicas em conglomerados nacional e multinacional. Atualmente está na gestão pública como Superintendente de Biblioteca da SP Leituras, gerenciando dois equipamentos estaduais indicados a prêmios nacionais e internacionais: a Biblioteca de São Paulo e a Biblioteca Parque Villa-Lobos.

Susana Silvestre (Portugal)
Licenciada em Comunicação Social e Cultural, pela Universidade Católica Portuguesa, tem especialização em Ciências Documentais, pela Universidade Autónoma de Lisboa, mestrado em Arquivos, Bibliotecas e Ciências da Informação, pela Universidade de Évora. Tem cursos de Empreendedorismo e Indústrias Criativas, pelo Audax/ ISCTE, Design Thinking, pela IDEO e Scennario Planning, pela IF Insight & Foresight. É formadora e consultora nas áreas de Design Thinking para Bibliotecas, Visual Thinking, Storytelling e na metodologia baseada em Lego Serious Play. Foi Chefe da Divisão da Rede de Bibliotecas, da Câmara Municipal de Lisboa, durante 12 anos, e atualmente é Chefe da Divisão de Monitorização da Câmara Municipal de Lisboa, desde 24 de janeiro de 2022.

Facilitadora: Adriana Ferrari
Vice Presidenta da FEBAB, Membro do Comitê de Bibliotecas Públicas e da Divisão da América Latina e do Caribe da IFLA. Diretora da Biblioteca Florestan Fernandes da USP

Realização: Comitê de Bibliotecas Públicas da IFLA

Apoio: FEBAB

Textos Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.