Início » Práticas de 10 minutos da Biblioteca Digital #03

Práticas de 10 minutos da Biblioteca Digital #03

por FEBAB
Publicado: Última atualização 290 visualizações
#3 Melhore sua presença nos mecanismos de busca

Melhore sua presença nos mecanismos de busca

Nos últimos dois informativos vimos como é possível melhorar a visibilidade usando duas ferramentas específicas: Wikipédia e mapas.

No entanto, também é possível facilitar a localização da biblioteca pelos usuários e pelas usuárias na internet em geral. Isso pode ser feito por meio da otimização de mecanismo de pesquisa (SEO – Search Engine Optimization).

E isso pode ser gratuito, ao contrário do tipo de publicidade paga que geralmente aparece no topo dos resultados de pesquisas ou nos feeds das redes sociais.

Às vezes (muitas vezes), basta fazer pequenos ajustes nos conteúdos já existentes no site da biblioteca e na maneira como está estruturado para subir ao topo das buscas de forma “orgânica”.

Muitas empresas contratam pessoas para trabalhar na área de SEO, mas isso não é necessário e há muitos recursos on-line que podem ajudar você a fazer isso por conta própria.

Entre as dicas mais comuns (abaixo estão os links para sites interessantes), seguem algumas que podem ser úteis:

  • Certifique-se de usar as palavras-chave que seus usuários e suas usuárias possam estar buscando.
  • Mantenha o conteúdo do site atualizado e organize-o de forma simples e clara. Ter um mapa do site bem organizado em formato XML também pode ajudar os mecanismos de pesquisa a entender melhor o site da biblioteca.
  • Sempre que possível, incentive sites externos confiáveis a se vincularem ao seu. Isso aumentará sua credibilidade e o valor de seus resultados para os mecanismos de pesquisa.
  • Ao criar links, certifique-se de que o texto âncora (a parte que muda de cor e geralmente está sublinhada) forneça uma descrição curta, mas significativa, de para onde o link leva. Não coloque apenas “clique aqui”.
  • Use texto ou imagens alternativas – seja sucinto/a, mas claro/a. Isso também ajudará as pessoas com deficiência visual.
  • Certifique-se de que os nomes de arquivos e URLs sejam simples e descritivos.
  • Para os mecanismos de pesquisa que não conseguem rastrear automaticamente o conteúdo, envie seu website a eles para garantir que seja encontrado. O Google não é o único navegador existente.

Para saber mais, basta buscar recursos na internet. Abaixo, algumas sugestões sobre onde começar:

No Google, há recursos para iniciantes em SEO que incluem dicas, vídeos e outros materiais. O Bing, mecanismo de busca da Microsoft, também oferece recursos com dicas.

Artigos em publicações sobre mecanismos de busca (Search Engine Journal) e profissionais de mecanismo de busca (Search Engine People) oferecem pontos de partida e considerações sobre o que fazer para ser notado/a.

Os mecanismos de busca tradicionais não são os únicos com funções relevantes de busca. Sites como Facebook também fazem buscas e é possível melhorar sua visibilidade por lá. Procure artigos sobre como melhorar o SEO do site da suas biblioteca em outras plataformas também.

Bom trabalho!

*Traduzido e adaptado das postagens The 10-Minute Digital Librarian, do blog Library Policy and Advocacy da Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias (IFLA).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.