Início » Práticas de 10 minutos da Biblioteca Digital #04

Práticas de 10 minutos da Biblioteca Digital #04

por FEBAB
Publicado: Última atualização 289 visualizações
#4 Desenvolva um plano para as redes sociais

Desenvolva um plano para as redes sociais

Na primeira rodada de informativos da série Práticas de 10 minutos da biblioteca digital, nos concentramos em como é possível utilizar ferramentas digitais para chamar a atenção sobre a biblioteca e seus serviços.

Vimos como melhorar a visibilidade por meio da Wikipédia e das ferramentas de mapeamento, além de explicar como pode ser fácil a biblioteca ser encontrada por meio de mecanismos de busca. Na última postagem, mencionamos o valor de pensar também sobre os mecanismos de busca dentro das plataformas de redes sociais.

Está claro que a presença nas redes sociais significa mais do que apenas fazer sua biblioteca ser localizada. Quando bem utilizadas, elas podem ser uma ótima maneira de envolver os usuários e as usuárias e trazê-los/as para a biblioteca ou, pelo menos, para o site.

O quarto exercício se concentra em reservar um tempo para a criação de um plano para as redes sociais da biblioteca.

As principais perguntas a se considerar incluem:

  • Quais públicos pretende atingir? Seu foco está na comunicação com seus usuários e suas usuárias? Quem são eles e elas? Gostaria de atingir grupos adicionais? Caso esteja começando, faz sentido começar pelos frequentadores atuais.Considere também o que deseja obter com a presença da biblioteca nas redes sociais.
  • Quais canais fazem mais sentido para você? Se forem profissionais, o LinkedIn ser a melhor plataforma. Os usuários do Facebook tendem a ser mais velhos, enquanto os mais jovens usam o Instagram. Pense também em redes como Telegram, Signal e WhatsApp, que são usadas para compartilhar notícias e informações.
  • Explore as ferramentas analíticas disponíveis nas plataformas. Essas informações podem oferecer lições interessantes sobre quais posts terão maior impacto. Fatores como o tema da postagem, o estilo, o uso de imagens e até o horário podem desempenhar um papel importante.
  • Crie conteúdo para posts regulares, mas de forma sustentável em termos de tempo e esforço. Com a experiência, você aprenderá mais sobre o que funciona ou não.
  • Esteja disponível para interagir com os seguidores e as seguidoras das redes sociais da biblioteca, esta pode ser uma excelente forma de criar vínculos. A biblioteca também pode seguir outras pessoas e organizações de maneira proativa, inclusive aquelas que podem divulgar a unidade.
  • Não se esqueça de trazer as pessoas para o site da biblioteca! Embora as redes sociais busquem chamar a atenção, seu objetivo deve ser fazer com que as pessoas se envolvam com os recursos e serviços oferecidos.

Felizmente, há muitos recursos bons, além de trabalhos apresentados na sessão de Gestão e Marketing das edições do Congresso Mundial de Bibliotecas e Informação da IFLA.

Também há muitos recursos on-line que podem ser consultados. Obviamente, recorremos a alguns deles para preparar este informativo: Super Library Marketingbookriot.comOpen Education Database. Dê uma olhada e veja se algumas dessas dicas funcionam pra você.

Bom trabalho!

*Traduzido e adaptado das postagens The 10-Minute Digital Librarian, do blog Library Policy and Advocacy da Federação Internacional de Associações e Instituições Bibliotecárias (IFLA).

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.