Início » Agenda 2030: o que as bibliotecas têm a ver com isso?

Agenda 2030: o que as bibliotecas têm a ver com isso?

por Adriana Cybele Ferrari
326 visualizações
Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - Agenda 2030

“A informação correta no momento certo salva vidas”… Quem nunca se deparou com a situação “se eu soubesse disso antes eu tomaria outra decisão”… O acesso público à informação permite que as pessoas tomem decisões conscientes que podem melhorar suas vidas. As comunidades que têm acesso à informação relevante e no tempo certo estão melhores posicionadas para erradicar a pobreza e a desigualdade, melhorar a agricultura, proporcionar educação de qualidade e promover a saúde, a cultura a pesquisa e a inovação.

Nesta linha é que a FEBAB atendeu ao chamado da IFLA para o Programa Internacional de Advocacy (IAP) que conclamou os profissionais de todo o mundo para contribuírem efetivamente com a Agenda 2030. As bibliotecas são parceiras estratégicas para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e a FEBAB buscou sensibilizar os profissionais.

A 27ª edição do CBBD 2017, em Fortaleza, cujo tema central foi “Agenda 2030 – como as bibliotecas podem contribuir com o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS)” foi um marco para disseminar informações e chamar os profissionais a se comprometerem com os ODS. A partir disso, pudemos mapear as experiências, programas e projetos alinhados aos ODS e colocar na pauta a importância de realizar ações que contribuem com os objetivos e metas da Agenda 2030. Algumas dessas ações podem ser vistas no caderno “Bibliotecas por um Mundo Melhor” elaborado para incentivar outras bibliotecas a realizarem serem parceiras da Agenda (material disponível pelo endereço: https://www.acoesfebab.com/mundomelhor.

Em 2019 a 28ª edição do CBBD, que teve como tema “Desigualdade e democracia: qual o papel das bibliotecas”, também reforçou que as bibliotecas são elementos centrais na sociedade e, mais uma vez, a FEBAB conclamou os bibliotecários para intensificar suas ações em prol da Agenda.

Mas é importante mencionar que, apesar de estarmos a 10 anos do prazo pactuado pela ONU, sabemos que os compromissos assumidos pelos países dificilmente serão cumpridos neste período. Aliado a isso, vivenciamos um momento sem precedentes na história da humanidade, em virtude da pandemia da COVID 19, o que traz ainda mais desafios.

Considerando que a América Latina e Caribe continua sendo a região mais desigual do planeta, e, estima-se que em 2021, 83.4 milhões de pessoas estejam em situação de pobreza e pobreza extrema (dados da CEPAL), mas do que nunca é preciso que as bibliotecas estejam comprometidas para contribuir com a construção de sociedade mais humana, justa e sustentável. Mas como fazer isso?

É preciso dar o primeiro passo para se tornar um defensor da Agenda! Queremos reforçar que você nunca estará sozinho nesta caminhada. A FEBAB, suas Associações filiadas, suas Comissões e Grupos de Trabalho estão trabalhando alinhadas à Agenda e construindo repertórios de informações, compartilhando experiências que estão disponíveis para te apoiar.

Precisamos de mais defensores da Agenda 2030 e assim reforçamos o convite para você conhecer e acompanhar todas as ações que estão sendo promovidas que podem ser visualizados pelo site Ações FEBAB e, claro esperamos que junte-se ao movimento associativo que trabalha incansavelmente para que “ninguém fique para trás” como objetiva a Agenda 2030.

Textos Relacionados

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.